Última hora

Última hora

Ambientalistas criticam falta de resultados da cimeira Rio+20

Em leitura:

Ambientalistas criticam falta de resultados da cimeira Rio+20

Tamanho do texto Aa Aa

ONGs e grupos de ativistas denunciam o “falhanço” da cimeira Rio+20 das Nações Unidas sobre o desenvolvimento sustentável.

Uma “luz verde à poluição”: é desta forma que muitos ambientalistas definem a “falta” de compromissos do encontro, que marca os 20 anos desde a icónica Cimeira da Terra, também no Rio de Janeiro.

Grupos indígenas e membros de ONGs participaram numa “destruição” simbólica do documento final da cimeira, concluído antes mesmo da chegada de mais de 150 líderes mundiais e ministros na quarta-feira.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, defende, no entanto, que o texto “é bastante sólido, concreto e ambicioso, oferecendo fundações sólidas para construir um futuro sustentável”.

“Desastroso”, é a palavra escolhida pela Greenpeace para definir o resultado da cimeira Rio+20. A organização ambientalista considera, no entanto, que “o falhanço” do encontro reforçará a mobilização na “luta pelo planeta”.

A Greenpeace aproveitou a cimeira na cidade brasileira para lançar uma campanha na qual participam atores, estrelas do mundo da música e homens de negócios, para fazer do Ártico um santuário livre de exploração petrolífera e pesca industrial.