Última hora

Em leitura:

Caça turco abatido pela Síria


Síria

Caça turco abatido pela Síria

A televisão libanesa Al-Manar anunciou que as forças sírias abateram um avião militar turco.

Segundo vários meios de comunicação turcos, Ancara terá recebido um pedido de desculpas de Damasco. Na primeira reação oficial ao incidente, o primeiro-ministro turco não confirmou se o caça foi abatido ou se despenhou sozinho.

Recep Tayyip Erdogan disse apenas que “de momento, não há qualquer informação sobre os pilotos. Quatro lanchas e helicópteros do Exército, bem como uma equipa de resgate síria, estão a colaborar nas buscas”.

A Turquia já tinha reconhecido o desaparecimento de um caça F-4 sobre o Mediterrâneo, frisando que o espaço aéreo sírio não foi violado. Ancara deverá avançar mais detalhes depois de uma reunião de crise com as Forças Armadas.

Da vizinha Síria, continuam a chegar relatos da escalada da violência. Segundo a oposição, rebeldes sírios mataram 25 membros de uma milícia leal ao presidente Bashar al-Assad em Aleppo, no norte do país.

A cidade foi palco de novos protestos contra o regime. Ativistas da oposição disseram que as forças sírias abriram fogo sobre os manifestantes, fazendo pelo menos 10 mortos.

O exército sírio retomou esta sexta-feira os bombardeamentos nos bairros rebeldes de Homs e nas províncias de Deraa e Idlib. Segundo a ONU, mais de um milhão e meio de sírios precisam de assistência humanitária.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Síria