Última hora

Última hora

Caso de pedofilia: Sandusky pode passar resto da vida na prisão

Em leitura:

Caso de pedofilia: Sandusky pode passar resto da vida na prisão

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça norte-americana deu como provada a maioria das acusações de pedofilia contra Jerry Sandusky.

Aos 68 anos, o antigo assistente de futebol universitário arrisca-se a passar o resto da vida na prisão.

Ao longo de 15 anos, o ex-adjunto de Joe Paterno terá violado pelo menos oito rapazes que integravam um programa para pessoas desfavorecidas.

O desvio psiquiátrico invocado pela defesa não convenceu o júri.

“Este julgamento não é algo com que as vítimas sonhassem, mas foram obrigadas a fazê-lo e a enfrentar os demónios do passado e a reviver tudo aquilo que aconteceu durante a infância quando conheceram Jerry Sandusky” afirma a Procuradora Linda Kelly.

O caso escandalizou os Estados Unidos e provocou baixas na universidade da Pensilvânia. Joe Paterno, o treinador com mais vitórias na história do futebol americano universitário acabou por ser despedido. Tudo porque não comunicou às autoridades os crimes cometidos pelo assistente.