Última hora

Última hora

Morsi e Chafik separados por oito quilómetros

Em leitura:

Morsi e Chafik separados por oito quilómetros

Tamanho do texto Aa Aa

A Euronews foi conhecer as origens dos candidatos egípcios. Mohammed Morsi nasceu em Al Odwa, a 150 quilómetros do Cairo. Aqui ninguém tem dúvidas sobre o homem que querem ver na presidência do Egito. Depois da queda de Hosni Mubarak, a população já só sonha com a vitória do candidato da Irmandade Muçulmana.
 
“O povo egípcio está vigilante. Antes da revolução não podíamos falar, mas agora tudo mudou. Não vamos deixar passar em branco qualquer tipo de injustiça neste país” afirma um homem.
 
Uma mulher diz que “Morsi é um filho da terra. É nosso vizinho e acreditamos que é a melhor opção para o Egito.”
 
A pouco mais de oito quilómetros um discurso idêntico para um candidato diferente. Ahmed Chafik, ex-primeiro-ministro, nasceu em Kotaifa Moubasher, a leste da capital. A população mostra-se otimista.
 
“Chafik vai representar o Egito e é o único capaz de garantir a segurança e de trabalhar em prol do país. É o homem certo” refere um homem.
 
Uma mulher acrescenta: “o nosso país precisa de um homem como Chafik com experiência que consiga gerir os nossos problemas. Que conheça as nossas forças e fraquezas. O Egito necessita de alguém como Chafik.”
 
Euronews: “Menos de 10 quilómetros separam geograficamente os bastiões de Morsi e de Chafik, mas a nível político as distâncias são bem maiores. Diferenças que estão, também, a dividir o povo egípcio.”