Última hora

Última hora

O Egito está à beira da implosão

Em leitura:

O Egito está à beira da implosão

Tamanho do texto Aa Aa

Esta sexta-feira milhares de pessoas ocuparam novamente a Praça Tahrir enquanto a Irmandade Muçulmana exigiu a publicação dos resultados das presidenciais. O candidato islamita reclama a vitória e acusa os militares de limitar os poderes do presidente.

“Não existe nenhum problema entre nós e os militares. Eles também são filhos do Egito e fazem parte do povo. Mas quando nos levantamos para falar dos decretos publicados pelo Conselho Superior das Forças Armadas – às vezes eles estão certos, às vezes eles estão errados – e nestes dias eles erraram quando dissolveram o parlamento e se arrogaram o poder legislativo, por isso não podemos estar de acordo com os seus atos” – declarou Mohammed Morsi.

A multidão que encheu a Praça Tahrir respondeu ao apelo lançado pela Irmandade Muçulmana. Os manifestantes denunciam uma contrarrevolução. Os militares acusaram esta sexta-feira os dois candidatos presidenciais de destabilizar o país ao reclamarem a vitória no escrutínio do fim de semana passado.