Última hora

Última hora

Carismático Peña Nieto lidera na reta final das presidenciais mexicanas

Em leitura:

Carismático Peña Nieto lidera na reta final das presidenciais mexicanas

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de mexicanos vieram aclamar Peña Nieto, no primeiro grande comício antes das presidenciais de 1 de julho.

Aos 45 anos, casado com Angelica Rivera, uma famosa atriz de telenovelas mexicanas, o telegénico advogado sonha levar o PRI – o Partido Revolucionário Institucional – de novo ao poder, onde esteve durante 71 anos, isto é, entre 1929 e 2000.

“Nós, mexicanos, estamos prontos para superar esta etapa crítica de estagnação económica, de atraso social e violência. Estas eleições são a grande oportunidade de fazê-lo”, instou o candidato.

Peña Nieto – que quase encheu os 105 mil lugares do Estádio Azteca – é dado como vencedor nas sondagens: tem 15 pontos de avanço sobre o segundo candidato, de esquerda, e 20 mais do que a candidata do partido de Felipe Calderon.

Mas a oposição saiu à rua, na cidade do México: recusa um regresso ao passado e acusa o antigo governador do Estado do México de promiscuidade com os media. “É um candidato que representa a imposição através das televisões e de um grupo muito próximo do poder”, critica uma jovem manifestante.

Aliás, a conivência entre Peña Nieto e a Televisa – a cadeia de televisão para a qual a sua mulher faz telenovelas – tem sido um dos principais cavalos de batalha do movimento estudantil “YoSoy132” que quer impedir o regresso do PRI ao poder.