Última hora

Última hora

Chipre: Resgate financeiro vai pesar sobre as famílias

Em leitura:

Chipre: Resgate financeiro vai pesar sobre as famílias

Tamanho do texto Aa Aa

Um dia depois do governo cipriota oficializar o pedido de resgate financeiro à União Europeia, os residentes dão conta das dificuldades que vão enfrentar. O país necessita de um montante que pode ascender aos dez mil milhões de euros. Uma fatura que vai ser paga pelos suspeitos do costume como explica um cipriota:

“Certamente vão ser os trabalhadores que vão pagar as contas porque eles têm de cortar nos gastos, e em particular os funcionários públicos. Mas não só. Toda a gente que nesta altura está à espera de um financiamento para salvar o seu negócio também. Há pequenas e médias empresas, que compõem 80 do tecido económico, a fechar as portas a cada dia que passa.”

O Chipre tem a terceira economia mais pequena da zona euro: o Produto Interno Bruno vale pouco mais de 17 mil milhões de euros. O setor bancário deverá precisar de 3 mil milhões, enquanto os restantes 7 mil milhões serão destinados aos cofres do Estado.