Última hora

Última hora

Síria: Deserção de militares para a Turquia

Em leitura:

Síria: Deserção de militares para a Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

Trinta e três militares sírios, incluindo um general e dois coronéis, desertaram para a Turquia na madrugada de segunda-feira. Ao todo, são treze, os generais sírios que já se refugiaram na Turquia.

Milhares de militares abandonaram o exército sírio desde o início da revolta contra o regime de Bashar al-Assad, há 15 meses. “O exército sírio está cansado ao fim de um ano e quatro meses. O exército está mal equipado e com problemas por todo o país durante o verão e o inverno. Os militares sabem que estão a matar os filhos – e não há humano que mate o filho. O exército está destruído física e mentalmente”, afirmou o brigadeiro general Ahmad Berro.

Entretanto, o presidente da Cruz Vermelha Internacional afirmou que centenas de civis estão retidos em Homs e que os trabalhadores humanitários não conseguem ajudá-los, por causa dos confrontos.

A Cruz Vermelha continua a ser a única organização internacional com capacidade para operar em terreno sírio.