Última hora

Última hora

Mali: Património histórico está a ser destruído pelos rebeldes islâmitas

Em leitura:

Mali: Património histórico está a ser destruído pelos rebeldes islâmitas

Tamanho do texto Aa Aa

A ameaça paira sobre todos os mausoléus islâmicos da cidade de Tombouctou, no Mali.

Os rebeldes islamitas do norte destruiram, este sábado, o mausoléu do santo Sidi Mahmoud, que tinham profanado no mês de maio e começaram a destruição de mais dois, ameaçando destruir todos os monumentos históricos da cidade.

Há dois dias, a UNESCO tinha colocado Tombouctou na lista do património mundial em risco, alertando para o perigo de destruição de toda a herança patrimonial, devido ao conflito armado na região.

Tombouctou, conhecida como a cidade dos 333 santos tem 16 mausoléus classificados na lista do Património Mundial da Humanidade.

Desde o golpe de estado do mês de março, o Mali está dividido em dois. No norte reinam por um lado os rebeldes islamitas – membros da Al qaida do Magrebe Islâmico; por outro os rebeldes tuaregues.

A situação é inquietante. Os países vizinhos buscam o apoio das Nações Unidas para tentar estabilizar o país.