Última hora

Última hora

Paraguai afastado dos principais blocos da América do Sul

Em leitura:

Paraguai afastado dos principais blocos da América do Sul

Tamanho do texto Aa Aa

O Paraguai foi suspenso dos dois principais blocos da América do Sul. Depois do Mercosul, foi a vez da União das Nações sul-americanas fechar a porta ao país que dizem ter sido palco de um golpe de Estado democrático.

Em causa está a destituição do presidente que os blocos consideram ser ilegítima.

O novo governo não aceita a suspensão. O ministro dos Negócios Estrangeiros rejeita qualquer rutura da ordem democrática no Paraguai e defende que a decisão não é válida. Promete, por isso, tomar as medidas legais necessárias para evitar que seja posta em prática.

O senado justificou a destituição de Fernando Lugo, no poder desde 2008, com o mau desempenho de funções.

A crise no Paraguai abriu caminho à entrada da Venezuela no Mercosul, aprovada pelos deputados da Argentina, Brasil e Uruguai.

A suspensão do Paraguai é para manter até à realização de eleições presidenciais previstas para abril de 2013. Até lá a presidência do país vai ser assumida pelo liberal Federico Franco, ex-vice-presidente do Paraguai.