Última hora

Última hora

Rússia e China assinam acordo de princípio sobre a transição do regime sírio

Em leitura:

Rússia e China assinam acordo de princípio sobre a transição do regime sírio

Tamanho do texto Aa Aa

O Grupo de Ação sobre a Síria chegou este sábado a um acordo que abre a porta à transição do regime sírio.

Um acordo de princípio aprovado por todos, mas sobre o qual restam posições bem diferentes. Para os Estados Unidos é o princípio da era “pós Assad”.

Hillary Clinton disse no final da reunião, em Genebra, que “Assad deve partir” e resumiu assim as linhas gerais:

“A formação de um governo de transição com todos os poderes executivos e que inclua todas as partes e seja escolhido por consentimento mútuo e uma liderança do processo transparente para rever a constituição e preparar o país para eleições livres e multipartidárias.

A Rússia e a China têm outra visão do mesmo acordo garantindo que ele não contempla implicitamente a saída de Bashar al Assad. O chefe da diplomacia russa disse que a decisão compete aos sírios:

“Chegámos a um resultado em que este documento não impõe nenhuma condição prévia para o início do processo de transição e do diálogo nacional. Não há pedido de exclusão de nenhum grupo deste processo”.