Última hora

Última hora

Escândalo Barclays leva Cameron a colocar a banca sob investigação

Em leitura:

Escândalo Barclays leva Cameron a colocar a banca sob investigação

Tamanho do texto Aa Aa

O escândalo de manipulação da taxa Libor, que envolve o Barclays, está na ordem do dia, no Reino Unido.

O primeiro-ministro, David Cameron, pediu, esta segunda-feira, que o Parlamento instaurasse uma comissão de inquérito de modo a apurar responsabilidades e castigar os prevaricadores.

“Esta comissão será capaz de tomar o depoimento sob juramento, terá acesso total a documentos, funcionários e ministros, incluindo ministros e conselheiros especiais do governo anterior, e ser-lhe-ão concedidos, pelo governo, todos os recursos de que necessite, para fazer o seu trabalho corretamente,” assegura o primeiro-ministro.

O escândalo da banca fez, já, uma vítima. O presidente do Barclays, Marcus Agius, demitiu-se e o Administrador Geral Executivo, Bob Diamond está a ser pressionado para também assumir responsabilidades.

O Barclays pagou uma coima de 361 milhões de euros e admitiu ter tentado manipular as taxas e os custos de empréstimo durante a crise financeira.

Outras instituições estão a ser, também, investigadas. O Royal Bank of Scotland demitiu quatro funcionários por alegado envolvimento no caso.