Última hora

Última hora

Moscovo quer acordo de Genebra para a Síria

Em leitura:

Moscovo quer acordo de Genebra para a Síria

Tamanho do texto Aa Aa

A reunião do Grupo de Acção para a Síria em Genebra terminou num bom acordo sobre os princípios para uma transição rumo à era “pós-Assad”, é pelo menos o que afirma a admnistração Obama.

No entanto a maioria dos grupos de oposição sírios criticou o acordo, e o qualificou-o de “farsa”, pelo fato de prever um governo de transição que poderá incluir membros do regime actual.

Moscovo, fiel aliado do regime de Assad acusa, por seu turno, alguns países ocidentais de querer desvirtuar o documento assinado no sábado, em Genebra.

Este acordo cria “boas possibilidades” de solucionar a crise síria, mas “infelizmente alguns participantes ocidentais começaram, com as suas declarações públicas a desvirtuar os compromissos aos quais chegamos”, disse Sergei Lavrov numa conferência de imprensa.

O ministro dos negócios estrangeiro russo diz logo que se o acordo de Genebe foi implementado nâo serão necessarios mais econtros como o de Paris com 150 participantes que vai apenas complicar a situação