Última hora

Em leitura:

Volta a França: Sagan volta a festejar em dia acidentado


Desporto

Volta a França: Sagan volta a festejar em dia acidentado

Depois de três dias na Bélgica a Volta a França chegou finalmente ao território francês num dia bastante acidentado. A primeira queda coletiva aconteceu a pouco mas de 50 quilómetros da chegada e provocou a primeira desistência. Kanstantsin Sivtsov, da Sky, menos um homem para ajudar Bradley Wiggins no assalto à camisola amarela.

José Joaquín Rojas também foi obrigado a desistir na sequência de outra queda, que deixou o pelotão ainda mais nervoso.

Sylvain Chavanel, a sete segundos da liderança, ainda tentou a sua sorte nos derradeiros quilómetros mas deitou tudo a perder quando se enganou no caminho a seguir numa rotunda, sendo alcançado logo de seguida.

A chegada a Boulogne-sur-Mer acabou por ser decidida ao sprint, não sem que antes se registasse outra queda coletiva no pelotão.

Peter Sagan aproveitou a confusão e desferiu um ataque. Sem grande oposição acabou por vencer a sua segunda etapa na Volta a França 2012.

Rui Costa chegou integrado no pelotão e ocupa a 34ª posição a 42 segundos de Fabian Cancellara, que mantém a camisola amarela.

Sérgio Paulinho atrasou-se depois da primeira queda e perdeu mais de sete minutos, caindo para o 136º posto.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

Desporto

Volta a França: Mark Cavendish venceu a segunda etapa