Última hora

Última hora

Monti e Merkel trocam sorrisos

Em leitura:

Monti e Merkel trocam sorrisos

Tamanho do texto Aa Aa

A dupla vitória da Itália sobre a Alemanha em junho, não afetou a relação entre os dois países.

Angela Merkel reuniu-se, esta quarta-feira, com o primeiro-ministro italiano, em Roma, cinco dias depois da cimeira da zona euro em Bruxelas para dissipar tensões.

Na altura, a posição de Itália e Espanha sobre a mutualização da dívida obrigaram a chanceler alemã a recuar. Em conferência de imprensa, os dirigentes recusaram falar de vencedores ou vencidos.

Mario Monti optou por enviar uma mensagem de unidade e insistiu que a Itália não precisa de ajuda externa, razão pela qual não pretende recorrer aos mecanismos financeiros existentes. Isto porque, sublinha o chefe de governo, “a situação do país não é comparável à da Grécia, Itália e Portugal.”

Monti garantiu, em Bruxelas, uma suavização das condições do pagamento da dívida soberana pelos fundos europeus e o fim do veto alemão à recapitalização direta dos bancos.