Última hora

Última hora

AF447: Familiares das vítimas desapontadas com relatório do acidente

Em leitura:

AF447: Familiares das vítimas desapontadas com relatório do acidente

Tamanho do texto Aa Aa

Os familiares das vítimas e os sindicatos de pilotos de linha aérea reagiram ao relatório sobre o acidente do Airbus A330 da Air France que fazia a ligação Rio-Paris e que se despenhou no Oceano Atlântico com 228 pessoas a bordo.

“Digamos que constatámos que na sequência da avaria das sondas Pitot que o avião ficou sem proteção, que os pilotos não estavam formados e que estavam reunidas todas as condições para um desastre” – Robert Soulas, presidente da associação de famílias.

“Nós não estávamos treinados para lidar com esta a avaria. Se a Airbus não tivesse sido arrogante sobre o A330, os pilotos teriam sido formados e possivelmente este acidente não teria ocorrido” – Gérard Arnoux, dirigente do sindicato dos pilotos da Air France.

“Não posso estar satisfeita. Nós temos peritos que vão analisar o relatório mas neste momento só posso dizer que estava à espera que eles encontrassem outras razões para o acidente, mas não se debruçaram sobre as causas técnicas da tragédia” – Barbara, Crawld, mãe de uma vítima.

O advogado das famílias, Olivier Morice, lamenta que as sondas Pitot não sejam claramente apontadas como culpadas da tragédia e aguarda agora a publicação dos resultados do inquérito judicial.