Última hora

Última hora

Paris: Prostitutas e profissionais do sexo manifestam-se

Em leitura:

Paris: Prostitutas e profissionais do sexo manifestam-se

Tamanho do texto Aa Aa

Prostitutas e profissionais do sexo protestaram este sábado em Paris contra o projeto de lei que prevê a abolição da prostituição e a penalização de clientes.

A ministra dos Direitos das Mulheres, Najat Vallaud-Belkacem, afirmou que esta legislação tem por objetivo proteger as mulheres do comércio sexual.

O sindicato das trabalhadoras do sexo discorda.

“Antes de fazer declarações públicas, devia estudar a matéria e informar-se para saber qual é a realidade da prostituição. Que não há só uma prostituição, mas diferentes formas de exercer esta atividade. Que cada situação merece uma resposta adaptada. A luta contra o trabalho forçado não é incompatível com os direitos das pessoas que exercem esta atividade de forma consentida”, disse a secretária geral do STRASS.

A polémica surgiu após declarações da ministra à comunicação social francesa.

Um projeto que visa criminalizar pagar por sexo foi aprovado pela câmara baixa do parlamento em dezembro de 2011.

Para as prostitutas isso significaria a passagem a um negócio clandestino e ao consequente aumento de riscos.