Última hora

Última hora

Putin visita regiões afetadas por inundações que fizeram 134 mortos

Em leitura:

Putin visita regiões afetadas por inundações que fizeram 134 mortos

Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin sobrevoou as regiões mais atingidas pelas inundações no sul da Rússia que, segundo o último balanço, fizeram já 134 mortos.

Muitas das vítimas foram surpreendidas enquanto dormiam pelas cheias provocadas pelas chuvas torrenciais de sexta-feira à tarde e da madrugada de sábado.

O helicóptero que transportava o presidente russo aterrou no distrito de Kriminski, o mais afetado, onde o chefe de Estado participou numa reunião de crise.

Entre os habitantes das regiões afetadas cresce o descontentamento e multiplicam-se as acusações de negligência contra as autoridades, criticadas por não reagirem rapidamente às fortes chuvas registadas na sexta-feira e que acabariam, durante a noite, por originar inundações repentinas, com uma subida das águas de vários metros num curto espaço de tempo, em várias zonas.

Segundo as autoridades locais, mais de quatro mil casas foram afetadas pelas inundações, obrigando a deslocar mais de 12 mil habitantes.

Num centro de acolhimento, uma mulher pergunta “porque é que ninguém lançou um aviso? Todos sabiam que já havia inundações em Novorossiysk”.

Segundo as autoridades russas, choveu em poucas horas o equivalente normalmente a dois meses de precipitação. O nível das águas ultrapassou entre 4 e 7 metros a média no distrito de Kriminski.