Última hora

Última hora

Rússia: Pelo menos 171 pessoas morreram nas inundações

Em leitura:

Rússia: Pelo menos 171 pessoas morreram nas inundações

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos 171 pessoas morreram e 17 continuam desaparecidas, na Rússia, devido às inundações que se registaram este fim de semana no sul do país.

É este o último balanço das autoridades.

A região de Krimski, na costa do Mar Negro, foi a mais afetada.

Para os habitantes esta foi uma experiência marcante.

Esta russa, perdeu a irmã e diz como ela foi encontrada.

“O meu marido chamou-a, como ninguém respondeu, entrou na casa. O teto tinha desabado, a água tinha inundado tudo, a mobília andava a flutuar e ela não estava em parte nenhuma. O meu marido moveu o roupeiro e viu o pé dela. Foi horrível! Eles correram porta fora”, diz.

Este russo conta que o avô acordou a meio da noite, devido ao barulho. Depois de sair para ver o que era, foi arrastado pela enxurrada. O corpo do ancião acabou por ser encontrado, de manhã, sem vida. Tinha morrido afogado.

Durante a segunda-feira as autoridades foram acusadas de não terem avisado a população da gravidade das inundações e por causa disso, as perdas humanas e materiais foram mais graves.

O Ministério russo para Situações de Emergência reconheceu que de facto a direção da região foi avisada da ameaça de inundações mas não alertou a população. O administrador da região de Krimski,
Vassili Krutko, acabou por ser demitido.

O Kremlin cumpriu um minuto de silêncio em memória das vítimas.