Última hora

Última hora

OCDE: Desemprego português vai superar 16% em 2013

Em leitura:

OCDE: Desemprego português vai superar 16% em 2013

Tamanho do texto Aa Aa

Em maio, 48 milhões de pessoas estavam no desemprego nos países membros da OCDE. A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) avisa que tem de ser criados 14 milhões de empregos para baixar a taxa para níveis anteriores à crise.

O desemprego vai continuar elevado até finais de 2013. A organização estima que na zona euro a taxa mantenha a tendência em alta e atinja o valor recorde de 11% no próximo ano.

A OCDE está preocupada com a multiplicação dos contratos temporários e a crescente dificuldade das pessoas em regressar ao mercado laboral. Angel Gurria, secretário-geral da OCDE, explica: “O desemprego tem agora características diferentes. É de longa duração. As pessoas ficam sem trabalho seis meses, e muitas vezes mais de um ano. São desafios inéditos. Há o risco de as pessoas ficarem sem vínculos ao mercado do trabalho”.

A OCDE evoca a necessidade de programas públicos a favor dos jovens e das pessoas com fracas qualificações, as principais vítimas do desemprego. Um aviso destinado também a Portugal, onde a taxa de desemprego deverá continuar subir e superar os 16% em 2013.