Última hora

Última hora

Parlamento egípcio volta a reunir-se

Em leitura:

Parlamento egípcio volta a reunir-se

Tamanho do texto Aa Aa

Como o prometido é devido, o parlamento egípcio voltou a reunir-se, esta manhã, mesmo se o plenário foi simbólico e durou apenas cinco minutos.

O presidente Mohamed Morsi revogou a decisão de dissolver o parlamento, tomada pelo Tribunal constitucional, dominado pelo Conselho Militar que antes governava o país.

A decisão abriu um braço de ferro entre o presidente e os militares.

O plenário foi boicotado pelos partidos da oposição. Só compareceram os deputados da Irmandade Muçulmana, maioritária no parlamento, à qual pertence também o presidente Morsi.

Os militares tiveram uma reunião de urgência, depois do decreto de Morsi, mas limitaram-se a apelar ao respeito pela lei e pela constituição.

A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, mostrou-se preocupada e vai encontrar-se com Morsi durante o fim de semana.