Última hora

Última hora

2,1 mil milhões de euros para contraceção e planeamento familiar em países pobres

Em leitura:

2,1 mil milhões de euros para contraceção e planeamento familiar em países pobres

Tamanho do texto Aa Aa

O Reino Unido e a fundação Bill e Melinda Gates conseguiram recolher dois mil e cem milhões de euros em promessas de fundos para promover o planeamento familiar nos países em vias de desenvolvimento.

Londres acolheu esta quarta-feira 250 delegados de 25 países, ONGs e organizações internacionais com o objetivo de procurar ajuda para 120 milhões de mulheres desfavorecidas em todo o mundo.

Na conclusão da Cimeira do Planeamento Familiar, Melinda Gates explicou que uma das coisas que “é possível fazer, ao oferecer acesso a contracetivos a 120 milhões de mulheres, é evitar 15 milhões de abortos nos próximos oito anos”.

O objetivo da cimeira de Londres é fornecer, até 2020, instrução e meios de contraceção a mais de metade dos 200 milhões de mulheres que, segundo os organizadores, não têm qualquer acesso a contracetivos.

O compromisso dos países e organismos doadores ultrapassou em 200 milhões de euros o objetivo de mil e novecentos milhões de euros, fixado antes do encontro.