Última hora

Última hora

Aniversário do massacre de Srebrenica

Em leitura:

Aniversário do massacre de Srebrenica

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de sete mil pessoas chegaram esta terça-feira ao memorial de Potocari para homenagearem as vítimas do massacre de Srebrenica.

Nas cerimónias do 17° aniversário, à semelhança do que aconteceu em anos anteriores foram cavadas 520 sepulturas onde serão depositados os restos mortais já identificados de parte dos oito mil homens e adolescentes mortos e enterrados em valas comuns pelos sérvios da Bósnia pouco antes do fim do conflito étnico de 1992-1995.

Até ao momento estão sepultadas no memorial cerca de 5100 vítimas.

“O direito humano mais antigo é um túmulo digno e ter uma memória dos familiares falecidos. É por isso que viemos a Srebrenica expressar a nossa solidariedade com os sobreviventes e com Srebrenica em si”, afirmou Valentin Inzko, administrador internacional da Bósnia.

Entretanto, na segunda-feira foi retomado em Haia o processo do antigo chefe militar dos sérvios bósnios, Ratko Mladic.

Mladic responde por genocídio, crimes contra a humanidade e crimes de guerra durante o conflito na Bósnia-Herzegovina, que vitimou cerca de 100 mil pessoas e pelo massacre de Srebrenica, definido como genocídio pela justiça internacional.