Última hora

Última hora

Espanha: Rajoy corta subsídios de Natal e sobe taxas do IVA

Em leitura:

Espanha: Rajoy corta subsídios de Natal e sobe taxas do IVA

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro espanhol apresentou hoje as medidas de austeridade com que pretende recuperar 65 mil milhões de euros. Esta é a contrapartida que Mariano Rajoy tem de apresentar a Bruxelas pelo empréstimo de 30 mil milhões de euros para a banca e por um calendário mais alargado para cumprir as metas do défice público.

“Sei que as medidas que anunciei não são agradáveis. Não é nenhuma delas individualmente e menos ainda em conjunto. Não são agradáveis mas são imprescindíveis. Encontramo-nos numa situação extraordinariamente grave e é preciso corrigi-la com urgência” – afirmou o primeiro-ministro no parlamento de Madrid.

O corte do subsídio de Natal para os funcionários públicos e detentores de cargos políticos, a subida da taxa máxima do IVA de 18 para 21 por cento, e a redução do subsídio de desemprego a partir do sexto mês são algumas das medidas apresentadas pelo governo conservador.

O dirigente da bancada socialista, Alfredo Pérez Rubalcaba contra-atacou afirmando que as novas medidas fiscais apenas vão ter como consequência mais recessão e mais desemprego.

Espanha conta atualmente mais de 5,5 milhões de desempregados. O governo de Madrid apresenta um défice orçamental de 6,5 por cento este ano e tem como meta 2,8 por cento em 2014.