Última hora

Última hora

Londres 2012: Arábia Saudita, Catar e Brunei aprovam participação feminina nas Olimpíadas

Em leitura:

Londres 2012: Arábia Saudita, Catar e Brunei aprovam participação feminina nas Olimpíadas

Tamanho do texto Aa Aa

Pela primeira vez, atletas femininas da Arábia Saudita, Qatar e Brunei vão participar nos Jogos Olímpicos. Os governos dos três países muçulmanos responderam positivamente ao pedido do Comité Olímpico Internacional (COI) e em Londres todos os países serão representados por atletas de ambos os sexos, pela primeira vez na história dos Jogos Olímpicos.

“Estamos a falar de direitos humanos e é um direito das mulheres poder competir no desporto.
Estas mulheres adoram desporto, elas querem estar presentes e tenho a certeza que daqui para à frente, vamos conseguir superar mais barreiras”, refere Jacques Rogge, presidente do COI.

A Arábia Sáudita foi o último país a autorizar a presença de atletas femininas.
Várias organizações de direitos humanos pediram a desqualificação do país, caso o governo não aceitasse o pedido do COI. Wodjan Ali Seraj Shahrkhani no Judo e Sarah Attar nos 800 metros atletismo vão representar o país.

“É uma grande inspiração para mim poder estar presente em Londres. O facto de ser a primeira mulher da Arábia Sáudita é também um grande orgulho e honra. Espero poder influenciar positivamente outras mulheres a participarem mais ativamente no desporto de competição”, confessa Sarah Atter.

Bahiya Al-Hamad vai ser a porta-bandeira do Qatar na cerimónia de abertura. Para a atleta de tiro de 19 esta é a primeira aparição numa compitação internacional do género, tal como para a compatriota, Nada Arakji, da natação.

O Brunei vai contar com Maziah Mahusin para correr os 400 metros barreiras.