Última hora

Última hora

Síria: Massacre em Tremseh faz mais de 200 mortos

Em leitura:

Síria: Massacre em Tremseh faz mais de 200 mortos

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 200 pessoas terão sido mortas, na quinta-feira, num ataque das forças governamentais contra a aldeia de Tremseh, assegurou um chefe contestatário à agência France Press.

As forças rebeldes divulgaram um vídeo amador onde se veem vários cadáveres e feridos, que terão sido vítimas desse ataque.

Por seu lado, segundo a agência oficial Síria, a Sana, as autoridades governamentais responsabilizam o massacre a “grupos terroristas” e aos “‘media’ sedentos de sangue”.

O ataque terá sido perpetrado perto da cidade de Hamas, e, alegadamente, foram utilizados tanques e artilharia pesada.

A missão de supervisão das Nações Unidas (UNSMIS) na Síria, afirma estar disposta a deslocar-se à localidade, se houver um cessar-fogo.

Os observadores suspenderam as operações em junho e afirmam que a missão precisa de ser redimensionada.

“No relatório, nas recomendações que fizemos, confirmámos que a missão das Nações Unidas deve continuar mas com uma orientação diferente, de modo a assegurar que continuamos no terreno para ajudar o povo da Síria e com o povo sírio,” afirmou o chefe da UNSMIS, Robert Mood.

O emissário internacional da ONU, Kofi Annan, encontrou-se no início desta semana com Bashar al-Assad para tentar por fim à violência no país.

Na próxima semana Annan encontra-se com o chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov. A Rússia é um dos aliados do regime de Damasco.