Última hora

Última hora

Espanha: protestos enquanto governo detalha nova cura de austeridade

Em leitura:

Espanha: protestos enquanto governo detalha nova cura de austeridade

Tamanho do texto Aa Aa

Protestos e pedidos de demissão contra o governo espanhol, em resposta ao novo plano de ajuste económico.

Durante o dia as manifestações decorreram de forma pacífica, mas com o cair da noite registaram-se confrontos com as forças de segurança perto da sede do partido socialista, na oposição, também acusado de incompetência face à crise.

Pouco antes da meia-noite, a polícia estabeleceu um cordão de segurança nos arredores do Congresso dos Deputados, em Madrid, para impedir que os manifestantes se aproximassem do local.

Depois de adotar um orçamento para 2012 de um rigor sem precedentes, o executivo espanhol anunciou uma nova cura de austeridade, que prevê cortes de 65 mil milhões de euros até ao fim de 2014.

A vice-primeira-ministra e porta-voz do governo reconhece que “é um momento difícil para os espanhóis”, mas frisa que pretende “enviar uma mensagem de esperança”, sublinhando que “este é o caminho a seguir”.

O executivo detalhou esta sexta-feira o novo plano de austeridade, que inclui cortes nos salários da função pública, nos subsídios de desemprego e uma subida do IVA. Os sindicatos apelaram a uma grande manifestação no próximo dia 19.