Última hora

Última hora

Londres pronta para os Jogos Olímpicos

Em leitura:

Londres pronta para os Jogos Olímpicos

Tamanho do texto Aa Aa

Os primeiros atletas que participam nos Jogos Olímpicos começaram já a chegar a Londres. A poucos dias da abertura, a capital britânica vive um frenesim que há muito não se via.

Só no aeroporto de Heathrow, foram contratados 500 agentes suplementares para fazer face ao aumento do tráfego.

A aldeia olímpica, no parque olímpico de Stratford, é composta por 11 edifícios e tem mais de 8400 quartos para acolher os quase 10.500 atletas, vindos de 204 nações, que participam em 26 disciplinas.

Nos Jogos Olímpicos, trabalham mais de 8000 empregados e voluntários. Para o presidente da câmara, Boris Johnson, estas são as melhores infraestruturas de sempre: “Sem querer menosprezar o que outras cidades olímpicas conseguiram, e eu vi o que fizeram em Pequim, acho que este é o maior parque olímpico da história dos Jogos”.

No que toca à segurança, Londres quer ser irrepreensível. O objetivo é ter o máximo de presença das forças de segurança e o mínimo de visibilidade.

O plano já gerou algumas críticas, mas o ministro da cultura, Jeremy Hunt, está confiante: “Vamos ter uns Jogos Olímpicos seguros. é verdade que precisámos de mais pessoas do exército do que tínhamos inicialmente planeado, mas isso faz parte das contingências. As pessoas estão à espera de uns Jogos que sejam seguros e que sejam um sucesso”.

As operações chegaram a roçar o fiasco, quando a empresa encarregue da segurança anunciou, na quinta-feira, que não tinha homens que chegassem, o que obrigou o governo a pedir ao exército mais 3500 homens. É um assunto que pode vir a dar que falar depois dos jogos.

Por enquanto, a hora é de festa. A preocupação número um é receber os atletas da melhor maneira possível e é para isso que está a trabalhar uma companhia de teatro que vai acolher cada uma das equipas nacionais.

“Vivemos aquele momento antes de uma grande festa, em que andamos às voltas pela casa, verificando todos os quartos, a ver se a comida está pronta a ser servida e se tudo está no seu lugar. É muito boa, essa sensação”, disse Jeremy Hunt.

A cerimónia de abertura é já no dia 27 de julho. No parque olímpico, ainda falta terminar algumas obras. Os acabamentos estão a fazer-se a contrarrelógio, para que tudo esteja a funcionar no momento de acender a chama dos Jogos da XXX Olimpíada.