Última hora

Última hora

FED não anuncia estímulos à economia

Em leitura:

FED não anuncia estímulos à economia

Tamanho do texto Aa Aa

Na ida ao Congresso Ben Bernanke não anunciou estímulos à economia e desiludiu os mercados.

O presidente da Reserva Federal norte-americana (FED) garantiu apenas que estão prontos a tomar medidas para apoiar a retoma. Na Comissão bancária do Senado, Ben Bernanke disse: “Refletindo as preocupações sobre o fraco ritmo de queda do desemprego e os riscos negativos para o crescimento económico, a comissão deixou claro, na reunião de junho, que está pronta a tomar as medidas apropriadas para promover um retoma económica forte”.

Os investidores estavam de olhos postos nas declarações de Ben Bernanke para saber quando terá lugar uma eventual terceira ronda de flexibilização monetária, depois das recentes estatísticas terem mostrado que a maior economia mundial está a desacelerar.

A taxa de desemprego mantém-se acima de oito por cento, a produção industrial e as vendas a retalho desiludiram e a taxa de inflação ficou inalterada em junho.

A meses das presidenciais, a FED reviu em baixa as previsões de crescimento para uma fasquia entre 1,9 e 2,4 por cento. Revisão em baixa também da parte do FMI, para 2% este ano.