Última hora

Última hora

Síria: cunhado de al-Assad e ministro da Defesa mortos em atentado

Em leitura:

Síria: cunhado de al-Assad e ministro da Defesa mortos em atentado

Tamanho do texto Aa Aa

O vice-ministro sírio da Defesa e cunhado do presidente Bashar al-Assad, Assef Chawkat, foi morto num atentado bombista contra a sede da Segurança Nacional em Damasco. Para além de Chawkat, a explosão matou também o general Daub Rajha, responsável pela Defesa síria.

Segundo fontes dos serviços de segurança, o atentado foi perpetrado por um bombista-suicida, infiltrado entre a guarda pessoal do círculo próximo de al-Assad. O homem fez-se explodir durante uma reunião de altos responsáveis da segurança, do Exército e de vários ministérios.

O ministro do Interior Mohammad Ibrahim está entre os feridos no atentado, reivindicado tanto pelo grupo rebelde islamita Liwa al-Islam, através da rede social Facebook, como pelo Exército Livre Sírio, em declarações à agência espanhola EFE. O chefe dos serviços secretos, Hisham Bekhtyar, também ficou ferido no ataque.

O atentado representa um duro golpe para o regime, num momento em que forças de segurança e rebeldes livram uma batalha pelo controlo de várias zonas estratégicas da capital.