Última hora

Última hora

Greve durante Jogos Olímpicos promete criar caos nos aeroportos britânicos

Em leitura:

Greve durante Jogos Olímpicos promete criar caos nos aeroportos britânicos

Tamanho do texto Aa Aa

Injustificada. É desta forma que o chefe de governo britânico classifica a greve dos oficiais de controlo de passaportes durante os Jogos Olímpicos de Londres.

A União de Serviços Públicos e Comerciais que representa 6000 agentes de postos fronteiriços justifica a medida com a redução de salários e o despedimento de trabalhadores.

O ministro da Imigração diz que “apenas um em cada 10 membros do sindicato votou a favor da greve. Por isso, vai ser horrível se a paralisação for para frente” afirma Damian Green.

A maioria dos trabalhadores defende outro tipo de ações de luta. Certo é que o pré-aviso de greve já foi entregue.

A União de Serviços Públicos e Comerciais vai tornar público, ainda, hoje os dias da paralisação que prometem criar o caos nos aeroportos britânicos.

Aos passageiros que se deslocarem a Londres durante os Jogos Olímpicos vai ser exigida uma boa dose de paciência já que a greve pode provocar atrasos de quatro horas.

O tempo de espera pode aumentar no aeroporto de Heathrow, que conta receber 120 mil passageiros por dia.