Última hora

Última hora

Novos materiais verdes

Em leitura:

Novos materiais verdes

Tamanho do texto Aa Aa

Wim Van Rhijn, Diretor Geral da TransFurans Chemicals: “Na República Dominicana, partimos da cana-de-açúcar. Primeiro, o açúcar é extraído, depois obtém-se o bagaço. É a nossa matéria prima inicial.”

É uma matéria prima com bastante potencial.
Nesta fábrica na Bélgica uma nova geração de produtos está a ser desenvolvida a partir de restos fibrosos de cana-de-açúcar.

Hans Hoydonckx, Diretor Comercial, TransFurans Chemicals: “Este material parecido com madeira é cozinhado a uma alta temperatura, depois de cozido obtém-se isto, é um produto químico puro, denominado Furfural, cheira a amêndoas.”

“E esta é a base dos nossos novos produtos, temos um polímero de álcool furfurílico onde são impregnados vários substratos.”

A bio resina feita pela TransFurans Chemicals pretende ser um substituto, mais sustentável e amigo do ambiente, dos plásticos com base no petróleo.

Hans Hoydonckx: “O primeiro exemplo é o mercado de interiores, fazemos laminados decorativos feitos a alta pressão.”

“Também fizemos componentes para a indústria automóvel, portanto isto também é bio resina, moldada a alta temperatura, mas aqui substituímos o papel por uma fibra natural.”

“A estrutura de resina, também reforça o têxtil, o têxtil também é biodegradável, mas muito, muito mais lentamente do que este.”

“Este têxtil tem ainda muita vida útil antes de se começar a desintegrar na estrutura do solo.”

“E aqui substituímos realmente os termoplásticos padrão como o polietileno.”

Esta tecnologia foi desenvolvida ao longo do curso de vários projetos de investigação da UE.
Testes feitos pelas universidades ajudaram a criar produtos prontos a entrar no mercado. O próximo passo é identificar os setores corretos para os “novos materiais verdes”.

Wim Van Rhijn: “Produtos feitos a partir de biomassa são interessantes, é bom ter uma etiqueta verde ou ecológica no produto, mas da maior parte das vezes não é suficiente, há que trazer valor acrescentado ao mercado.”

Links:
Ecobinders http://www.ili-lignin.com/projects/ecobinders.php
Biocomp http://www.biocomp.eu.com/DesktopDefault.aspx?tabindex=0&tabid=15
Natex http://www.natex.eu/
Woody http://www.woodyproject.eu/
Bioagrotex http://www.eucia.org/files/2011%20Poznan%20(2).pdf
Fireresist http://www.fire-resist.eu/FireResist/index.xhtml
Transfurans Chemicals http://www.transfurans.be/