Última hora

Última hora

Tour de França: Voeckler domina e Wiggins sofre

Em leitura:

Tour de França: Voeckler domina e Wiggins sofre

Tamanho do texto Aa Aa

A quatro dias de Paris, as tensões começaram a subir na tradicional etapa dos Pirineus. Cento e noventa e sete quilómetros, que foram sempre dominados por Thomas Voeckler. O ciclista francês da Europcar é o novo líder de montanha.

O dinamarquês Chris Sorensen e o espanhol Gorka Izaguirre também fizeram parte da fuga, mas no final só Voeckler teve forças para lutar pela etapa. É a segunda vitória do francês nesta edição do Tour.

Bradley Wiggins sofreu com as humildes tentativas de ataque de Vicenzo Nibali. O italiano da Liquigas, atual terceiro da geral, tentou surpreender o camisola amarela, sem sucesso.

Van Garderen também foi protagonista ao deixar o colega de equipa Cadel Evans para trás em troca da camisola branca e do sexto lugar na classificação geral. Van Garderen é agora o ciclista da BMC mais bem posicionado no Tour.

Cadel Evans teve mais um dia não, foi o trigésimo quinto e perdeu mais cinco minutos para Wiggins.

A etapa desta quinta-feira é decisiva para a classificação final do Tour. Vicenzo Nibali já avisou que vai atacar, se o italiano não conseguir destacar-se na segunda etapa dos Pirinéus, Wiggins poderá festejar a vitória antecipadamente. O segundo classificado é Christopher Froome, fiel companheiro da Sky, que dificilmente tentará atacar o capitão da equipa nas últimas subidas do Tour.

Rui Costa teve uma boa prestação e terminou em 30º lugar, enquanto Sérgio Manuel Paulinho foi o 54º a cortar a meta. Rui Costa mantém a 19ª posição na geral e Paulinho está em 51º.