Última hora

Última hora

Bulgária: Continua a investigação do atentado de Burgas

Em leitura:

Bulgária: Continua a investigação do atentado de Burgas

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades búlgaras divulgaram imagens de um suspeito que acreditam ser o bombista suicida que visou um autocarro de turistas israelitas, fazendo seis vítimas mortais e 32 feridos.

A polícia búlgara prossegue a investigação com a colaboração de peritos israelitas e do FBI.

Os feridos em estado grave continuam hospitalizados em Sofia, mas os restantes já foram repatriados.

As Nações Unidas já condenaram o atentado. Israel continua a apontar o dedo a Teerão.

“Ontem testemunhamos um ataque terrorista horrível que teve como alvo turistas israelitas em Burgas, na Bulgária. O ataque foi perpetrado por forças Al-Quds iranianas e pelo Hezbollah. Foi mais um ataque bárbaro que faz parte de uma campanha contra israelitas e judeus de todo o mundo”, disse o embaixador de Israel na ONU.

Às primeiras horas desta sexta-feira, os corpos das cinco vítimas mortais israelitas chegaram ao aeroporto internacional de Ben Gurion em urnas envolvidas na bandeira nacional.

No local, em presença de soldados, foi realizada uma cerimónia fúnebre.