Última hora

Última hora

Crise espanhola contagia bolsas europeias

Em leitura:

Crise espanhola contagia bolsas europeias

Tamanho do texto Aa Aa

O pedido de ajuda da região espanhola de Valencia ao governo central para pagar as dívidas caiu como uma bomba nos mercados e nem a aprovação do plano de resgate à banca acalmou o nervosismo dos investidores.

A bolsa de Madrid esteve a perder quase 6%, a maior queda da Europa.
No mercado secundário de dívida, os juros associados às obrigações do Tesouro espanhol a 10 anos chegaram aos 7,2%.

E as más notícias não acabaram para os espanhóis: os custos de financiamento vão aumentar em 9,1 mil milhões de euros em 2013, o défice será de 4,5% do PIB no próximo ano; o desemprego deve continuar acima de 20% pelo menos até 2014. E o PIB vai contrair 0,5% em 2013. Estes dados pouco positivos foram divulgados esta sexta-feira.

O pessimismo contagiou as outras praças europeias. Milão e Lisboa foram as mais atingidas. O PSI 20 chegou a perder cerca de 3%.

Destaque ainda para o euro que atingiu um mínimo intradiário nos 1,21 dólares, o valor mais baixo em dois anos.