Última hora

Última hora

Israel acusa Irão sobre atentado na Bulgária

Em leitura:

Israel acusa Irão sobre atentado na Bulgária

Tamanho do texto Aa Aa

Foi num clima de dor e revolta que as vítimas mortais do atentado na Bulgária foram a enterrar, segundo a tradição judaica.

As autoridades israelitas dizem que a mão do Hezbollah está por detrás do ataque suicida num autocarro com turistas israelitas, num aeroporto búlgaro, na quarta-feira, que matou sete pessoas.

O governo de Israel acusa não só o Hezbollah, como também o Irão, que acusa de financiar este movimento armado: “Este atentado foi levado a cabo pelo Hezbollah, supervisionado pelo Irão. Sabemos que o Irão e o Hezbollah têm vindo a planear ataques contra alvos israelitas. Em Deli, Bacu, Tiblissi e Banguecoque houve tentativas semelhantes, mas falharam. Desta vez tivemos azar”, diz o cônsul israelita em Istambul, Moshe Kamhi.

Foi divulgado um vídeo com o autor do atentado, mas ainda não se identificou o homem, que tinha no carro uma matrícula norte-americana falsa.

Os Estados Unidos confirmam que o atentado tem a assinatura do Hezbollah. Já o Irão rejeita as acusações feitas por Israel e diz que condena todas as formas de terrorismo.

O presidente norte-americano Barack Obama disse que este episódio vai servir para fortalecer os laços com Israel.