Última hora

Última hora

Resgate espanhol aprovado mas com contrapartidas

Em leitura:

Resgate espanhol aprovado mas com contrapartidas

Tamanho do texto Aa Aa

O resgate à banca espanhola foi aprovado…mas do pacote de ajuda fazem parte também 32 condições impostas pela União Europeia.
Para além das exigências em termos macroeconómicos, o governo teve que aceitar contrapartidas e naturalmente, os mais afetados vão ser os bancos ajudados e todo o setor.

Uma das condições é a cedência de poderes de supervisão do Banco de Espanha para o Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Associação Bancária Europeia.
O memorando obriga também o Banco de Espanha a implementar um exame interno para identificar as deficiências mais graves do sistema financeiro antes do final de outubro, de forma a garantir a independência.

Por outro lado, o ministro da economia espanhol também vai perder poderes.
As competências disciplinares relativas ao sistema financeiro, que estavam a cargo de Luis de Guindos, são transferidas para o Banco central espanhol…mas sob a orientação do BCE.

Antes do final do ano, vai ser criado um chamado banco “mau” onde as entidades considerados saudáveis devem depositar os ativos tóxicos.

Além disso, os bancos espanhóis vão ser classificados em quantro categorias, de acordo com os testes de resistência.