Fechar
Login
Por favor, introduza os seus dados de login

Skip to main content

Alejandro Valverde deu finalmente um ar da sua graça na última etapa de montanha da Volta a França 2012.

A derradeira oportunidade para Vincenzo Nibali se aproximar da liderança, mas apesar do bom trabalho da Liquigas-Cannondale na frente do pelotão, o italiano acabou por fraquejar quando mais importava.

Já Valverde desferiu o ataque decisivo na penúltima subida do dia, e numa altura em que Rui Costa até seguia isolado na frente.

A Team Sky voltou a ditar leis na última montanha mas Christopher Froome mais uma vez mostrou-se fiel ao chefe de fila, preferindo não atacar o primeiro lugar de Bradley Wiggins.

O camisola amarela está assim a um pequeno passo de assegurar o triunfo no Tour.

Quando a Alejandro Valverde não vacilou na subida para Peyragudes, festejando a primeira vitória em etapas na Volta a França depois de dois anos afastado do pelotão.

Rui Costa foi um dos animadores da tirada mas acabou por chegar seis minutos e 55 segundos depois do vencedor. Ainda assim subiu para a 18ª posição da geral. Já Sérgio Paulinho ocupa o 52º posto.

Bradley Wiggins voltou a ganhar tempo a Vincenzo Nibali e é cada vez mais primeiro. Christopher Froome mantém a segunda posição mas já deixou bem claro que não pretende atacar o companheiro de equipa.

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre