Última hora

Última hora

Assassino de Denver afirma ter agido como o "Joker" de Batman

Em leitura:

Assassino de Denver afirma ter agido como o "Joker" de Batman

Tamanho do texto Aa Aa

Os habitantes de Aurora, no Colorado, recordaram as 12 vítimas mortais do tiroteio de ontem num cinema da cidade.

A homenagem ocorre num momento em que não são ainda conhecidas as motivações do suposto assassino de 24 anos, que atacou a plateia durante a estreia do último filme da saga “Batman”.

Cerca de 58 pessoas ficaram feridas no incidente que volta a vestir de luto o Colorado, treze anos após o ataque contra o liceu de Colombine.

“Estamos aqui para mostrar o nosso apoio às famílias das vítimas e para demonstrar que a nossa cidade não se deixa abater, que não vamos deixar que uma pessoa que se ataca a homens, mulheres e crianças inocentes nos transforme também em vítimas”.

O atacante confesso, James Holmes, encontra-se detido desde ontem, tendo afirmado apenas que agiu como “Joker”, o personagem de ficção, inimigo de “Batman”.

Segundo a polícia, Holmes tinha pintado o cabelo de vermelho e envergava várias armas e uma proteção à prova de balas durante o ataque.

A polícia tenta, desde ontem, entrar no apartamento onde residia o atacante e que se encontra armadilhado com o que aparentam ser vários engenhos explosivos artesanais.

“Vêem-se muitos fios de armadilhas, frascos com munições, frascos cheios de líquidos e alguns engenhos assemelham-se a munições de morteiro. É um desafio muito grande entrar ali com segurança”, disse o chefe da polícia local.

O ataque de ontem no Colocado levou as autoridades norte-americanas a reforçar a segurança em cerca de 40 cinemas de Nova Iorque que têm em cartaz o novo filme de Batman.