Última hora

Última hora

Cuba: opositor Oswaldo Paya morre em acidente de viação

Em leitura:

Cuba: opositor Oswaldo Paya morre em acidente de viação

Tamanho do texto Aa Aa

Oswaldo Paya, uma das figuras de proa da oposição pró-democrática em Cuba, morreu num acidente de automóvel.

Fundador do Movimento Cristão Libertação, o ativista de 60 anos era o grande promotor do “Projeto Varela”, uma iniciativa que recolheu milhares de assinaturas em prol de uma transição democrática na ilha.

O presidente da Comissão Cubana pelos Direitos Humanos diz que “Paya era, sem dúvida, a figura mais relevante da oposição política contra o regime totalitário dos irmãos Castro”. Elizardo Sanchez explica que “ele foi capaz de recolher 20 mil assinaturas para pedir reformas nas leis do governo cubano, algo sem precedentes. É o tipo de bom exemplo que outros devem seguir e que mostra que é possível atingir os objetivos através de métodos pacíficos, como ele fez”.

A viatura onde seguia Paya embateu contra uma árvore perto da localidade de Bayamo, matando o ativista e outro cubano. Um cidadão sueco e outro espanhol que também seguiam a bordo apenas ficaram ligeiramente feridos.

Paya recebeu em 2002 o prémio Sakharov dos Direitos Humanos, atribuído pelo Parlamento Europeu.