Última hora

Última hora

Regime sírio rejeita negociar saída de Assad

Em leitura:

Regime sírio rejeita negociar saída de Assad

Tamanho do texto Aa Aa

O regime sírio rejeitou a proposta da Liga Árabe de negociar a saída de Bashar Al-Assad.
Os representantes dos países árabes apelaram ao presidente da Síria para tomasse a “decisão corajosa” de sair. Além disso, pediram à oposição síria e aos rebeldes do Exército Sírio Livre para que aceitem formar um governo de transição.

Nabil al Arabi, Secretário Geral da Liga Árabe, afirmou: “em primeiro lugar, pedimos ao regime que se demita mas não definimos qualquer prazo. A Liga Árabe compromete-se a dar segurança a Assad e à família depois de sair, para parar o derramamento de sangue na Síria”

Este pedido foi feito no final de um fim-de-semana particularmente sangrento. Em toda a Síria, 123 pessoas morreram só no domingo.
De qualquer forma, o regime de Assad rejeita aceitar o pedido. “Lamentamos que a Liga Árabe tenha se rebaixado a este nível perante um país membro e fundador desta instituição. A decisão de sair do presidente pertence ao povo sírio, que é o único dono do próprio destino”, garantiu Jihad Makdessi, porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Mas muitos sírios, sem escolha, estão a abandonar o país. Por isso, no encontro de Doha, os países da Liga Árabe concordaram também em atribuir 100 milhões de dólares, mais de 82 milhões de euros para ajudar os refugiados.