Última hora

Última hora

Segunda-feira sangrenta no Iraque

Em leitura:

Segunda-feira sangrenta no Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 90 pessoas morreram e cerca de 150 ficaram feridas numa série de atentados no Iraque.

Os ataques – nove no total – já foram considerados os mais sangrentos dos últimos meses.

Os atentados que ocorreram em Bagdad e em várias cidades situadas a norte da capital iraquiana ainda não foram reivindicados.

As suspeitam recaem sobre a Al-Qaida que recentemente se mostrou determinada a intensificar os combates no país.

Um homem pergunta onde está a polícia e quanto mais tempo é preciso para pôr fim à violência, que nem o Ramadão poupa. Lamenta, ainda, que as autoridades digam que está tudo sob controlo e que apenas os mais pobres continuem a ser mortos nestes ataques.

De acordo com informações locais, entre as vítimas há vários soldados e polícias.

O número de atentados tem vindo a aumentar desde a retirada das tropas norte-americanas do país em dezembro do ano passado e após a emissão do mandado de captura emitido contra o ex vice-presidente sunita iraquiano, Tareq al Hashemi, julgado à revelia por assassínios.