Última hora

Última hora

Citigroup: Grécia pode sair do euro nos próximos 18 meses

Em leitura:

Citigroup: Grécia pode sair do euro nos próximos 18 meses

Tamanho do texto Aa Aa

A saída Grécia da zona euro poderá ocorrer nos próximos 18 meses. É a convicção do banco norte-americano Citigroup, que evoca uma possibilidade na ordem dos 90 por cento.

A eventualidade do regresso da dracma deixou de ser um tabu na Europa, apesar das palavras confiantes dos políticos.

A situação grega é difícil dois anos após o primeiro plano de resgate. Cento e dez mil milhões de euros e muita austeridade não bastaram. Em março último a zona euro aprovou um segundo pacote de 130 mil milhões de euros, depois de Atenas ter imposto uma reestruturação da dívida aos credores privados.

Mas a dívida continua a ser elevada, a economia regista uma forte contração e em Bruxelas evoca-se já a necessidade de mais uma reestrututuração da dívida.

Segundo o analista Theodore Krintas, a Grécia precisa agora de investimento estrangeiro direto, porque nos últimos meses ficou provado que não existe no país o dinheiro necessário para investir e relançar a economia.

Os mercados estão suspensos sobre a avaliação em curso da “troika”.

Atenas apresentou propostas para cortes de quase 12 mil milhões de euros nos próximos dois anos, mas o país tem dificuldades em cumprir as metas orçamentais e está atrasado na aplicação das reformas exigidas pelos credores internacionais.