Última hora

Última hora

Londres 2012: Brasil e Uruguai somam vitórias, Espanha desilude

Em leitura:

Londres 2012: Brasil e Uruguai somam vitórias, Espanha desilude

Tamanho do texto Aa Aa

O futebol masculino entrou em ação no segundo dia dos Jogos Olímpicos. As expectativas eram altas e os holofotes estavam voltados para algumas estrelas bem populares dos principais campeonatos europeus.

O dia começou com uma agradável surpresa para o Japão, que derrotou a candidata ao ouro olímpico, a Espanha de Juan Mata, Jordi Alba, Javi Martinez e Rodrigo. Como habitual, os espanhóis mantiveram a posse de bola durante quase todo o jogo, mas os japoneses não perderam a cabeça na fase defensiva e aproveitaram da melhor maneira possível um erro da defesa adversária. Otsu marcou o único golo do jogo ainda na primeira parte e a Espanha não conseguiu reagir no segundo tempo, a jogar com um em menos depois da expulsão de Iñigo Martínez pouco antes do intervalo.

No outro jogo do grupo D, houve festival de golos entre as seleções de Marrocos e Honduras. Labyad, o novo reforço do Sporting, este esteve em destaque com um belíssimo chapéu ao guarda-redes que repôs a igualdade num momento em que a seleção do Marrocos perdia por dois a um. Um empate a dois golos foi o resultado final que deixa a Espanha como última classificada do grupo D.

Outra das candidatas ao título olímpico, o Uruguai das estrelas Cavani e Suarez, teve de suar para levar os três pontos. O Uruguai esteve a perder com a seleção dos Emirados Arabes Unidos, mas venceu por dois a um, com golos de Matal para os EAU e de Gastón Ramirez e Nicolás Lodeiro a favor do Uruguay.

No grupo B, a seleção do Gabão e da Suíça empataram a um golo. A Suiça entrou praticamente a vencer na partida, graças a um golo de Mehmedi, de grande penalidade, ao quinto minuto. A formação africana criou várias situações de perigo ainda no primeiro tempo e conseguiu o golo do empate ainda antes do descanso por intermédio do avançado Pierre Aubameyang, a estrela da equipa. O México e a Coreia do Sul ficaram-se por um empate sem golos.

A seleção Brasileira entrou em ação ao início da noite com as estrelas da equipa, Neymar, Hulk, Óscar e Marcelo no onze titular. Mano Menezes deixou Ganso e Pato no banco, mas os titulares deram conta do recado.

A seleção canarina entrou a todo o gás, marcando três golos no primeiro tempo. O lateral-direito Rafael abriu o placar aos 16 minutos, concluindo da melhor forma um excelente passe de Oscar, o novo reforço do Chelsea foi um dos destaques da seleção de Mano Menezes. Óscar voltou a protagonizar o lance do segundo golo com uma boa assistência para o avançado do Internacional, Leandro Damião. E ainda houve tempo para a estrela da equipa, Neymar brilhar no jogo. De cabeça, o avançado do Santos aproveitou o cruzamento de Hulk para empurrar para as redes.

No segundo tempo, o Brasil não soube gerir a diferença e sofreu dois golos. Ramadan marcou o primeiro para os egipcianos que aceleraram o ritmo. Salah aos trinta minutos da segunda parte aproveitou a falha da defesa brasileira e marcou o segundo.

No outro jogo do grupo C, a Bielorússia venceu a Nova Zelândia por um a zero com um golo de Dmitry Baga.

As seleções do Reino Unido e do Senegal fecharam a primeira jornada com um empate a um golo. A seleção da casa com Ryan Giggs em campo entrou a vencer no jogo com o golo de Bellamy, mas quando tudo parecia pronto para a festa em Old Trafford,
Konate recebeu um bom passe e rematou para o fundo da baliza de Butland. Estava feito o empate e para desilusão de milhares de adeptos em Manchester.