Última hora

Última hora

"Poupanças em euros"

Em leitura:

"Poupanças em euros"

Tamanho do texto Aa Aa

Com a ajuda do ISEG
Com a ajuda do ISPI, Instituto de Estudos de Política Internacional

Pergunda de Alex, Lyon, França :
“O que podem esperar as pessoas que investiram as poupanças em fundos em euros, tendo em conta todas as dúvidas que surgem neste momento em relação ao futuro da moeda única?”

Resposta de Antonio Villafranca,
Instituto de Estudos de Política Internacional, Milão:
“Quando se trata de depósitos e se são seguros, se houver uma situação estável para os cidadãos na Europa. A resposta deve ser sim.

Mas a questão é que, as garantias desses depósitos, esse tipo de seguros, são dados pelas nações, são baseados apenas numa supervisão dos países. Esse é o problema, temos que passar o controle e esta espécie de seguro dos depósitos do nível nacional para um nível europeu.

Temos que criar uma espécie de união bancária, uma união bancária europeia, que deve incluir uma também uma supervisão europeia, pelo menos nos grandes bancos, que deviam ter uma garantia dos depósitos a nível europeu.

Mas primeiro temos que criar um enquadramento para esta união bancária europeia, depois disso avançar para este género de garantias dos depósitos”.

No final de junho, os líderes europeus lançaram as bases da União Bancária. Até ao final do ano deve surgir um mecanismo de vigilância único para os bancos da zona euro, abrindo caminho à recapitalização direta dos bancos, através do Mecanismo Europeu de Estabilidade Financeira.

Se deseja colocar uma questão, clique no botão em baixo.