Última hora

Última hora

Roménia: Últimas sondagens aponta para vitória do "sim" à saída de Basescu

Em leitura:

Roménia: Últimas sondagens aponta para vitória do "sim" à saída de Basescu

Tamanho do texto Aa Aa

Os romenos são chamados este domingo a decidir o futuro do país e do presidente do país. A Roménia está em verdadeira campanha eleitoral.
Depois de ter sido suspenso pelo parlamento, Traian Basescu, vai saber se a destituição é ou não efetiva, dependendo do resultado do referendo popular. Mas nas ruas as opiniões dividem-se.
“Na minha opinião o referendo é obrigatório. A vida na Roménia é insuportável mas não sei se as pessoas estão conscientes e se vão votar. Eu vou votar e vou votar a favor da destituição de Basescu” garante um cidadão de Bucareste.
Já outro romeno afirma: “Eu vou ficar em casa porque não quero pactuar com ações ilegais. Isto é um golpe de estado disfarçado de referendo popular.”

As últimas sondagens aponta para uma vitória do “sim” à saída do presidente, mas a abstenção pode “salvar” Basescu: a destituição só é confirmada se houver quorum, ou seja, uma participação superior a 50 por cento dos votantes e se mais de 50 por cento dos romenos a votar a favor decisão do Parlamento.

A correspondente da euronews na Roménia, Laura Davidescu, explica que “os dois maiores partidos políticos da Roménia dominam a arte da política pouco ortodoxa. É do conhecimento geral: tanto os socialistas liberais no poder, como os democratas liberais do presidente Basescu manipulam a Constituição. Por isso, a crise política deve continuar a devastar o país mesmo depois do referendo de domingo.”