Última hora

Última hora

Cheias mortíferas na Coreia do Norte

Em leitura:

Cheias mortíferas na Coreia do Norte

Tamanho do texto Aa Aa

As cheias na Coreia do Norte já mataram pelo menos 88 pessoas, segundo a agência noticiosa do país.

A situação é ainda mais grave tendo em conta a extrema pobreza que se vive num dos países mais fechados do mundo.

Além dos mortos, a agência anuncia 63.000 pessoas desalojadas.

As Nações Unidas vão enviar peritos para as áreas inundadas, para avaliar a necessidade de uma ajuda.

A desflorestação intensiva tornou o país mais vulnerável às inundações.

Além das mortes e dos danos materiais, as fortes chuvas deixaram inundados vários arrozais, sendo que o arroz é a principal base da alimentação. A Coreia do Norte vive há vários anos uma catástrofe alimentar, com três milhões de pessoas a sofrerem de malnutrição. As cheias arriscam-se a agravar ainda mais o problema.