Última hora

Última hora

Ucrânia assina acordo de livre comércio com a Rússia e a CEI

Em leitura:

Ucrânia assina acordo de livre comércio com a Rússia e a CEI

Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento ucraniano ratificou o acordo de livre comércio da Comunidade de Estados Independentes (CEI), aproximando-se economicamente da Rússia e de grande parte das antigas repúblicas soviéticas.

Foi Moscovo que tomou a iniciativa de propôr o documento, em 2008, para promover a liberalização regional das trocas comerciais, já assinado também pela Bielorrússia.

O primeiro-ministro ucraniano, Mykola Azarov, declarou que este acordo com a Comunidade de Estados Independentes permitirá ao seu país aumentar em 35 por cento o fluxo económico, o que fará disparar o crescimento do Produto Interno Bruto.

As estimativas dizem que este crescimento será na ordem dos 4,5 mil milhões de euros por ano, através de cortes nas taxas de importação e da harmonização dos impostos sobre as exportações.

No entanto, o economista Vasyl Yurchyshyn, ressalva que este é um entendimento feito de limitações, com algumas características de comércio livre, uma vez que há uma lista de restrições que ocupa várias páginas do documento.

De qualquer forma, Kiev espera aliviar finalmente as tarifas sobre o abastecimento de gás, por exemplo, que paga muito mais caro do que os países vizinhos. Ao mesmo tempo planeia estabelecer outro acordo de livre comércio com a União Europeia.