Última hora

Última hora

Escritor norte-americano Gore Vidal morre aos 86 anos

Em leitura:

Escritor norte-americano Gore Vidal morre aos 86 anos

Tamanho do texto Aa Aa

O polémico escritor norte-americano Gore Vidal morreu esta terça-feira aos 86 anos. O autor não resistiu a uma pneumonia.
Considerado um dos mais importantes escritores dos Estados Unidos do século XX, Gore Vidal é o autor de 25 romances, dois livros de memórias e vários volumes de ensaios.
Entre as obras mais conhecidas estão os romances “Lincoln” e Myra Breckenridge”. Escreveu também peças de teatro, guiões de televisão e de cinema.

Durante muitos anos o escritor trocou os Estados Unidos por Itália: vivia numa pequena vila junto ao mar.
Mas nunca deixou de ter um olhar crítico sobre a sociedade norte-americana. No livro “Imperial America” fez duras críticas ao que chamava de expansionismo americano, ao complexo militar-industrial, ao estado da segurança nacional e ao governo de George W. Bush.

Uma das declarações mais polémicas de Vidal dizia respeito ao autor do atentado de Oklahoma que matou 168 pessoas nos Estados Unidos. O escritor disse que autor do ataque “tinha um certo sentido de justiça”. Além disso, fez questão de assitir à execução de Timothy McVeigh, condenado à morte pelo atentado.

No cinema, entre os guiões mais famosos estão os dos filmes “Ben-Hur”, “Calígula”, ou “Paris já está a arder?”.