Última hora

Última hora

Espanha: Rajoy pretende poupar 102 mil milhões com aumento de impostos e cortes

Em leitura:

Espanha: Rajoy pretende poupar 102 mil milhões com aumento de impostos e cortes

Tamanho do texto Aa Aa

O governo espanhol pretende poupar 102 mil milhões de euros até 2014. É este o objetivo do documento orçamental que o executivo de Mariano Rajoy aprovou, esta sexta-feira, em conselho de ministros.
 
O documento prevê o aumento dos impostos e cortes na despesa.
 
O primeiro-ministro assegura que não pretende “fazer cortes nas pensões, no próximo ano. Como já disse, muitas vezes, este será o último orçamento retificativo”, e insiste que não tem “intenção de fazer cortes nas pensões, no próximo ano.”
 
Em julho, o executivo espanhol tinha já apresentado um pacote de austeridade que incluía poupanças de 65 mil milhões de euros.
 
O novo plano inclui propostas de aumentos do IVA e cortes nos gastos com a educação e a saúde.
 
O governo de Rajoy espera que com estas medidas, o défice público espanhol caia dos 8,9 por cento do PIB, em 2011, para 6,3 este ano e depois para os 4,5 por cento em 2013 e 2,8 em 2014.
 
O Fundo Monetário Internacional prevê que a economia espanhola vai contrair 1,7 por cento em 2012 e 1,2 por cento no próximo ano. A taxa de desemprego deve aproximar-se dos 25 por cento.
 
As medidas de austeridade anunciadas pelo governo têm provocado grande agitação social em Espanha.